Video Of Day

NOVIDADES-MOLETOM-DE-JIU-JITSU

Breaking News

Série Exame de Faixa - A História do Jiu-Jitsu

Salve galera!, tudo certo?





Final de ano está ai, e com ele chegam finalmente os exames e as trocas de faixa!, Para os que se prepararam o ano inteiro, participaram de campeonatos, e estão se dedicando com afinco para aprender e evoluir na arte, é um momento de reconhecimento!, mas este é o período onde a galera que "matou" treino o ano inteiro, corre pra academia pra ver se consegue uma vaga na graduação. (Olho neles professores!!!)

Ebook - A Origem do Jiu Jitsu



Para trocar de faixa e se graduar, o atleta precisa muito mais do que dominar algumas determinadas técnicas, tem que ter uma boa conduta dentro e fora do dojo, servir de exemplo aos menos graduados, aprender e conhecer a fundo todo que envolve a sua arte marcial. História, regras, curiosidades e atualidades, são apenas alguns dos assuntos que muitas equipes estão utilizando para testar o grau de envolvimento de seus atletas e com isso graduá-los. 


De alguns anos pra cá, o exame de faixa deixou de ser apenas uma apresentação das posições aprendidas, para se tornar um verdadeiro exame técnico, e intelectual dos atletas.


E para ajudar você atleta que está se preparando para o exame, e você graduado a relembrar assuntos pertinentes ao nosso Jiu-Jitsu, o blog Muito Mais Ação - Jiu-Jitsu, preparou uma série de posts com o assunto resumido e de fácil entendimento: 



Esperamos que gostem, começaremos com um dos assuntos que mais gosto: A História do Jiu-Jitsu


Na opinião do blog o melhor e mais resumido texto que fala sobre a história do Jiu-Jitsu, é da Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu (CBJJ). Ou então ler abaixo:


A História do Jiu-Jitsu




Segundo alguns historiadores o Jiu-jitsu ou "arte suave", nasceu na Índia e era praticado por monges budistas. Preocupados com a auto defesa, os monges desenvolveram uma técnica baseada nos princípios do equilíbrio, do sistema de articulação do corpo e das alavancas, evitando o uso da força e de armas. Com a expansão do budismo o jiu-jitsu percorreu o Sudeste asiático, a China e, finalmente, chegou ao Japão, onde desenvolveu-se e popularizou-se.


A partir do final do século XIX, alguns mestres de jiu-jitsu migraram do Japão para outros Continentes, vivendo do ensino da arte marcial e das lutas que realizavam.



Esai Maeda Koma (Sempre conheci por Mitsuyo Maeda por tanto se alguem sabe por que o texto está como Esai Maeda Koma, por favor compartilhe com o blog), conhecido como Conde Koma, foi um deles. Depois de viajar com sua trupe lutando em vários países da Europa e das Américas, chegou ao Brasil em 1915 e se fixou em Belém do Pará, no ano seguinte, onde conheceu Gastão Gracie. Pai de oito filhos, cinco homens e três mulheres, Gastão tornou-se um entusiasta do jiu-jitsu e levou o mais velho, Carlos, para aprender a luta com o japonês.


Franzino por natureza, aos 15 anos, Carlos Gracie encontrou no jiu-jitsu um meio de realização pessoal. Aos 19, se transferiu para o Rio de Janeiro com a família e adotou a profissão de lutador e professor dessa arte marcial. Viajou para Belo Horizonte e depois para São Paulo, ministrando aulas e vencendo adversários bem mais fortes fisicamente. Em 1925, voltou ao Rio e abriu a primeira Academia Gracie de Jiu-Jitsu. Convidou seus irmãos Oswaldo e Gastão para assessorá-lo e assumiu a criação dos menores George, com 14 anos, e Hélio,com 12.

Desde então, Carlos passou a transmitir seus conhecimentos aos irmãos, adequando e aperfeiçoando a técnica à compleição física franzina característica de sua família. 

Também transmitiu-lhes sua filosofia de vida e conceitos de alimentação natural, sendo um pioneiro na criação de uma dieta especial para atletas, a Dieta Gracie, transformando o jiu-jitsu em sinônimo de saúde. 

De posse de uma eficiente técnica de defesa pessoal, Carlos Gracie viu no jiu-jitsu um meio para se tornar um homem mais tolerante, respeitoso e autoconfiante. Imbuído de provar a superioridade do jiu-jitsu e formar uma tradição familiar, Carlos Gracie lançou desafios aos grandes lutadores da época e passou a gerenciar a carreira dos irmãos.

Enfrentando adversários 20, 30 quilos mais pesados, os Gracie logo adquiriram fama e notoriedade nacional. Atraídos pelo novo mercado que se abriu em torno do jiu-jitsu, muitos japoneses vieram para o Rio, porém, nenhum deles formou uma escola tão sólida quanto a da Academia Gracie, pois o jiu-jitsu que praticavam privilegiava as quedas e o dos Gracie, o aprimoramento da luta no chão e os golpes de finalização. 

Ao modificar as regras internacionais do jiu-jitsu japonês nas lutas que ele e os irmãos realizavam, Carlos Gracie iniciou o primeiro caso de mudança de nacionalidade de uma luta, ou esporte, na história esportiva mundial. Anos depois, a arte marcial japonesa passou a ser denominada de jiu-jitsu brasileiro, sendo exportada para o mundo todo, inclusive para o Japão. 

Fonte: CBJJ


História da Sua Equipe




As equipes de Jiu-Jitsu, são realmente a família de muitos lutadores (acesse aqui), por tanto, aprenda mais sobre a sua equipe, pesquise, pergunte, vá atrás das informações:


Quem foram os fundadores?

Que ano fundaram?



Onde fica a sede da sua equipe?


Qual a graduação dos Lideres?

Quais os títulos que sua equipe conquistou?

Entre outras...

Esses são apenas exemplos de perguntas que podem auxiliá-lo, e com certeza irão fazer você gostar ainda mais da nossa Arte Suave.

Até mais!

Oss!

Ah, não esqueçe!


Não se esqueça de dar uma passadinha na nossa loja virtual, para conhecer nossas iradas camisetas de Jiu Jitsu. Tenho certeza que você vai curtir!






Nenhum comentário