Video Of Day

NOVIDADES-MOLETOM-DE-JIU-JITSU

Breaking News

História de Marcio Cruz "Pé de Pano" Jiu Jitsu



Márcio Cruz Jiu-Jitsu 


    Márcio Cruz, também conhecido pelo seu apelido “Pé de Pano”, é um faixa preta de Jiu Jitsu, graduado por Carlos Gracie Júnior, unanimemente considerado um dos melhores de atletas de sempre no esporte. Márcio Cruz foi uma das maiores figuras da academia Gracie Barra no começo da década de 2000, tendo conquistado vários títulos, sendo as suas principais conquistas o bi Campeonato Mundial na categoria absoluto (2002 e 2003). “Pé de Pano” lutou também nas artes marciais mistas (MMA), tendo chegado no topo do esporte ao competir no UFC. Originário do Brasil, Márcio Cruz se mudou para os Estados Unidos onde fez carreira também como professor de Jiu-Jitsu. 

Nome Completo: Márcio Ribeiro da Cruz 

Apelido: “Pé de Pano”, o personagem dos desenhos dos anos 80. Márcio foi apelidado assim devido ao seu aspeto magro e jeito meio desajeitado, especialmente quando era adolescente. 

CONHEÇA NOSSA LOJA VIRTUAL www.lojammajiujitsu.com.br

História de Márcio Cruz “Pé de Pano” 


    Márcio Cruz nasceu no dia 24 de Abril de 1978 no Rio de Janeiro, Brasil. Começou a praticar Artes Marciais com 12 anos de idade, com uma curta passagem pelo Karatê num dojo perto de onde ele morava. “Pé de Pano” viveu parte da sua pré-adolescência na casa do seu avô, nomeadamente na época em que foi apresentado ao Jiu-Jitsu por um amigo. 

    Apesar de adorar o esporte logo desde o começo, quando saiu de casa de sua avó, não havia mais academias de Jiu-Jitsu por perto, e então se juntou a um clube de Judô. Foi em 1996, quando Márcio tinha 17 anos que o Jiu-Jitsu se tornou de novo parte da sua vida. Com 17 anos e completamente focado em ser um campeão mundial, Pé de Pano treinou mais do que todos na academia, passando todo o seu tempo livre nos tatames. 

    Todo esse trabalho, combinado com o talento natural de Márcio o ajudaram a conseguir sucesso muito rápido, vencendo o seu primeiro grande título, o Campeonato Pan-Americano, em 1999 na faixa azul, a que se seguiu o Campeonato Mundial no mesmo ano, dessa vez na faixa roxa. Essa sequência incrível de vitórias não parou aí, vencendo o Campeonato Brasileiro na Faixa Marrom no final desse ano, tornando o seu percurso até à faixa preta num dos mais rápidos de sempre (Márcio Cruz recebeu a sua faixa preta em 2001). 

    Em 2001 Márcio Cruz venceu o Campeonato Mundial no peso e na categoria absoluto, finalizando todos os adversários que botaram no seu caminho, recebendo a faixa preta no podio pelas mãos de Carlinhos Gracie. No mesmo ano Márcio venceu o Campeonato Brasileiro de novo, no peso e no absoluto, dessa vez na faixa preta. 

    Márcio Cruz foi também conhecido no esporte por ter a cabeça quente e não fugir de um bate-boca. Por vezes apelidado de arrogante, especialmente no início de sua carreira, ele foi um dos “enfant terrible” do Jiu Jitsu e o seu comportamento contra Jeff Monson, “Terere” e muitos outros estão bem documentados e já foram objeto de acesas discussões em fóruns da internet. Apesar das suas atitudes poderem ser questionadas por alguns, ninguém pode negar que ele é um dos mais talentosos lutadores que o mundo do Jiu-Jitsu já produziu. Apesar de não se parecer com o estereótipo do lutador de Jiu-Jitsu, de orelhas “couve flor”, “bombadão” e com tatuagens, o seu físico enganador e o seu jogo de guarda o tornaram um verdadeiro mestre da arte e um prazer de ver competir por qualquer amante do Jiu-Jitsu.

As informações utilizadas que serviram como base desse publicação foram extraídas do site : bjjheroes.com, do próprio site das academias e/ou dos atletas, e de publicações de revistas como Graciemag, tatame, entre outras.

Nenhum comentário